Assessoria de Políticas para Mulheres | https://mulher.jundiai.sp.gov.br
 

“Mulher e trabalho: inserção e permanência das mulheres no mundo do trabalho e ampliação dos seus direitos sociais”

Sobre a Mulher e o trabalho, algumas questões devem ser colocadas, para contextualizar o tema, uma vez que estão relacionadas com a igualdade de gênero no mercado de trabalho. Questões como:
– avanço tecnológico
– aumento do trabalho informal
– a desigualdade social

Há que se considerar, também, os últimos dados, de 2019, nos indicam que:
–  43% da mulheres em idade de trabalhar estão representadas na população econômica ativa do mundo, Os homens representam, em torno de 78%;
– a maioria das mulheres trabalha na economia informal, sustenta o trabalho de cuidados com a casa, estão em com menor qualificação e com salários mais baixos.

Essas mulheres não têm nenhuma proteção social. Temos de observar, também, que 20% dos mais jovens não estudam e não trabalham e que desses 20%, 2/3 são mulheres.

A Organização Internacional do Trabalho, por seu Diretor Vinicius Pinheiro, em uma entrevista, falou sobre os entraves para a melhoria das atuais condições:
– Educação: às vezes, se pensa que o nível de educação das mulheres é inferior à dos homens, mas em contraponto, em muitos países as mulheres têm mais estudos que os homens, então a Educação não explica.
– É fator determinante economia de cuidados, isto é, o tempo de trabalho dedicado às atividades não remuneradas no domicílio: é o trabalho doméstico não remunerado. Enquanto a mulher dedica 21,7% do seu tempo à economia de cuidados, os homens dedicam 1,5%. Mantida esta situação levará 200 anos para que haja uma participação equitativa de homens e mulheres nas atividades domésticas.

Ocupação de cargos mais altos (chefia), quais os indicadores:
– mulheres subaproveitadas
– passam por uma “penalização da maternidade”, que se acumula durante sua vida profissional
– somente 1/3 dos gestores são mulheres

Mudanças:
– investir em mecanismos que deem oportunidades iguais para homens e mulheres
– eliminar a violência e o assédio no mercado de trabalho
– reconhecer o valor do trabalho das mulheres da mesma forma do que o dos homens
– incentivar meninas que queiram seguir a carreira científica

Portal da Empregabilidade